Atletas praticando o ciclismo. Créditos: Unsplash, Quino Al

O que é ciclismo? Conheça mais sobre o esporte e a sua história!

Apesar já existir há mais de um século e o uso de bicicletas ser algo corriqueiro, é muito comum que as pessoas ainda não conheçam muito sobre o ciclismo.

O esporte, que começou no século XIX, já possui diversas modalidades e grandes atletas. Em outros artigos você pode notar que existem, inclusive, bicicletas feitas para atender melhor uma ou outra modalidade do esporte.

Se você ainda não conhece as modalidades e a história do ciclismo, você veio ao lugar certo para aprender! Ao longo deste artigo falaremos um pouco sobre cada modalidade do esporte e explicaremos um pouco sobre elas.

Portanto, se está se interessando no esporte e deseja conhecer mais, ou se está sabendo agora que existem diversas competições com as bicicletas, não deixe de ler até o final.

O ciclismo no dia a dia

Para muitos, o uso da bicicleta para ir ao trabalho, fazer compras ou apenas se divertir é unicamente uma forma de atividade física e não um esporte por si só. Porém, o ciclismo é muito mais do que isso e, desde o século XIX, como já foi citado anteriormente, existem competições e provas que desafiam ciclistas a mostrarem o seu melhor.

Quando pensamos em competições no ciclismo, costumamos voltar o nosso pensamento para as corridas e maratonas, apenas.

Porém, existem muitas modalidades dentro desse esporte, que podem ser muito exploradas e possuem, cada uma, suas especificações, seus atletas e as bicicletas mais ou menos prontas para tais provas.

Bicicletas sendo utilizadas no dia a dia. Créditos: Unsplash, Sam te Kiefte

A história do ciclismo

A história do ciclismo começa no século XIX, mais especificamente na segunda metade do século, com a primeira competição de ciclismo de estrada, em Paris.

Com o passar do tempo, o esporte foi ganhando mais adeptos e a sua prática se difundiu pelo mundo. Em algumas décadas do seu nascimento, ganhou espaço dentro dos jogos olímpicos, mas foi só no século XX que se firmou dentro da competição olímpica.

Hoje em dia, o ciclismo possui diversas modalidades dentro dos jogos olímpicos, como o BMX freestyle, BMX racing, ciclismo de pista e o de estrada, e mountain bike.

Confira aqui as diferentes modalidades do esporte nos jogos olímpicos.

Ciclismo: modalidades

Como você já sabe, existem diversas modalidades do ciclismo, cada uma com a sua competição específica. O ciclismo, que é conhecido principalmente como uma atividade de lazer para a maioria das pessoas, já têm lugar até mesmo nos jogos olímpicos.

Assim como outros esportes, o ciclismo requer roupas específicas dos competidores, afim de facilitar a prática.

Abaixo, falaremos de algumas das formas que o ciclismo é praticado, além de outras informações sobre o esporte como um todo.

Ciclismo de estrada

Foi a primeira modalidade do ciclismo a possuir uma disputa. Essa foi sediada em Paris, no ano de 1868, no Parc de Saint-Cloud.

Se trata de uma prova de velocidade, possuindo dois modos de competição distintos: contrarrelógio e resistência.

As pistas onde são realizadas as provas são em estradas abertas das cidades, que são fechadas nos dias de competição.

Além disso, as bicicletas feitas para o ciclismo de estrada são diferentes de outras. Como já foi dito, cada modalidade possui uma bicicleta com mais aptidão para a sua prática.

Essas possuem rodas mais finas e guidão mais baixo, o que obriga o ciclista a se curvar para desviar de obstáculos, e garante maior velocidade.

Provas de resistência

As provas de resistência são separadas entre homens e mulheres. A primeira, a prova masculina, consiste em um percurso de 195km, enquanto o segundo, o feminino, é de 70km.

Provas contrarrelógio

Nas provas contrarrelógio, os ciclistas partem sozinhos, um a cada 2 minutos. Aquele que finalizar o percurso em menos tempo é o vencedor da prova.

Provas famosas do ciclismo de estrada

O ciclismo de estrada possui competições conhecidas mundialmente, como, por exemplo, nos próprios jogos olímpicos.

Porém, essa não é a única competição famosa dentro do ciclismo. A Tour de France é uma das maiores provas do esporte no mundo, sendo uma prova exclusiva para o ciclismo.

Ciclistas no Tour de France. Créditos: Unsplash, Tom Sam

A prova é feita em 21 estágios, cada um deles com um dia inteiro de duração. Com isso, a competição dura por 23 dias.

Ciclismo de Pista

Derivado do ciclismo de estrada, o ciclismo de pista se trata da competição feita dentro de pistas específicas para as provas, chamadas de velódromos.

As bicicletas feitas para o ciclismo de pista costumam ser bem diferentes de outras bicicletas. Para começar, elas não possuem freios, e caso exista a necessidade de diminuir a velocidade, o ciclista deverá pedalar para trás. Isso acontece, na realidade, para diminuir acidentes, pois as velocidades atingidas dentro dessas competições são altíssimas.

Além disso, a bicicleta para essa modalidade possui apenas uma marcha, e a composição das peças costuma ser de algum material bem leve, como a fibra de carbono.

Assim como a sua precursora, o ciclismo de estrada, existem diferentes tipos de categorias de competição dentro desta modalidade. Abaixo falaremos sobre algumas delas para que você entenda melhor!

Velocidade Individual ou Sprint

Essa prova é individual, onde apenas um competidor participa por si, em vez de times ou duplas. A cada rodada, são dois ciclistas se enfrentando para definir quem passa para a próxima fase. Nas quartas de final, podem ser disputadas em duas baterias, e quem chegar na frente duas vezes é o vencedor.

Team Sprint

Também chamado de velocidade em equipe, como o nome já fala, é uma modalidade onde uma equipe enfrenta outra. Funciona como uma corrida normal, onde a primeira equipe que cruzar a linha de chegada é a vencedora. Nas provas masculinas, são 3 ciclistas por equipe, e nas femininas, apenas 2.

Team Pursuit

Esse tipo de prova é chamada, em português, de perseguição por equipes. As duas equipes largam no mesmo momento, porém de lados opostos na pista. Vence a equipe que alcançar a outra primeiro, ou a que percorrer 4km no menor tempo.

Mountain Bike

Outra modalidade que surge baseado no ciclismo de estrada, o mountain bike foi idealizado por jovens dos Estados Unidos, e as bicicletas foram adaptadas por Gary Fisher. Também pode ser chamado de MTB ou BTT (Bike Todo Terreno)

O mountain bike é uma modalidade do ciclismo que é praticada em terrenos irregulares e montanhosos. Pode ser praticado em competições ou em trilhas, por exemplo. Qualquer lugar da natureza pode ser considerado um bom local para praticar o MTB.

Ciclista praticando mountain bike. Créditos: Pexels, Foto de Irene Lasus.

Assim como as outras modalidades, o mountain bike possui diferentes categorias e a sua prática é dividida em alguns seguimentos, dos quais falaremos abaixo.

Leia aqui o nosso artigo especial sobre o Mountain Bike.

Cross Country

O cross country é a modalidade mais famosa e é, também, a única modalidade do mountain bike dentro dos jogos olímpicos.

Dentro do também chamado XC, as provas podem durar várias horas ou até um dia inteiro. É possível ainda dividir o XC em XCO e XCM, que seriam, respectivamente, o cross country olímpico e o de maratona.

No esporte olímpico, a prova é feita em um circuito fechado de 6km, com diversos obstáculos como subidas, descidas, a composição do terreno, etc. Já na maratona, as pistas são ainda maiores, podendo variar entre 50 e 120 km no total, porém possuem menos obstáculos e dificuldades que o esporte olímpico.

Portanto, o XC são corridas feitas em terrenos irregulares, e podem ser de maior ou menor distância ou dificuldade de travessia, dependendo da pista em que será praticado.

Downhill

O downhill, por sua vez, consiste apenas na descida de grandes ladeiras com terrenos acidentados e naturais. Por exemplo, descer uma longa trilha de uma montanha.

Assim como outras modalidades, como o ciclismo de pista, se trata sobre velocidade e adrenalina, acima de tudo.

Saiba tudo sobre o Downhill.

Free Ride

O free ride é um estilo um pouco mais radical, tendo abertura para diferentes tipos de saltos e obstáculos nas corridas.

Como o próprio nome já diz, o free ride é uma categoria onde o ciclista possui maior liberdade quanto à pista, às manobras e tudo mais que desejar fazer. Dessa forma, não existem limitações dentro do free ride, ficando à critério dos participantes e a organização dos eventos.

BMX

Outra categoria do ciclismo é o BMX, que também possui diferentes categorias. É considerada a caçula do ciclismo, por ter sido criado há pouco tempo, entre as décadas de 60 e 70.

A modalidade surgiu também nos Estados Unidos, por jovens que eram apaixonados pelo Moto Cross, mas não possuíam o equipamento necessário para praticá-lo. Com essa limitação, criou-se o Bicycle Moto Cross, ou BMX.

Por isso, a bicicleta do BMX costuma ser menor, para facilitar o ciclista a realizar manobras. E assim como as outras modalidades dentro do ciclismo, o BMX pode ter diferentes tipos de competições, das quais falaremos abaixo.

BMX Freestyle

Na categoria de BMX freestyle, os atletas devem realizar manobras distintas para acumular pontos. Quem mais tiver pontos no final da rodada, é o vencedor.

As pistas podem ser circuitos onde os participantes percorrem e realizam as manobras, ou um local fechado específico para isso.

Jovem praticando BMX freestyle. Créditos: Pexels, Cottonbro.

BMX Racing

No BMX racing, os participantes terão de percorrer uma pista propositalmente “acidentada”, isso é, com diversas rampas e afins. Assim como em qualquer corrida, vence o que ultrapassar a linha de chegada primeiro.

Essa é a única atividade de BMX que possui um espaço dentro dos jogos olímpicos.

Ciclistas em pista de BMX Racing. Créditos: Unsplash, Geike Verniers

Benefícios de se praticar o ciclismo

Para o público geral, o ciclismo pode oferecer diversos benefícios, mesmo que a sua prática seja espaçada.

Os benefícios dessa atividade podem ser facilmente notados, afinal, a bicicleta é um ótimo meio de fortalecer os músculos de maneira geral, além de ajudar no sistema cardiovascular, melhorando a saúde do coração e a circulação do sangue.

Confira neste aqui os 25 benefícios de andar de bicicleta.

Se gostou do conteúdo, não deixe de acompanhar o nosso site, possuímos diversos artigos sobre o ciclismo e as bicicletas no nosso dia a dia!