Competidores de ciclismo

Ciclismo nas Olimpíadas – Veja quais são as modalidades nos jogos

Vai acompanhar o ciclismo nas olimpíadas? Quem é apaixonado por ciclismo, provas de estrada, provas de mountain bike e quer ficar por dentro de tudo das olimpíadas, vai aproveitar intensamente o evento!

E para tal, é interessante aproveitar o período antes da olimpíada para que consiga entender um pouco mais sobre os jogos e atletas, para que consiga acompanhar a modalidade antes mesmo de cada prova acontecer, possibilitando que entenda as diferentes modalidades de ciclismo que estão participando das olimpíadas e possa torcer pelos seus favoritos.

Nós vamos te falar tudo sobre a competição e como aproveitar melhor o ciclismo nos jogos olímpicos.

Quais são as modalidades de ciclismo nas olimpíadas?

Símbolo das Olimpíadas

Antes de mais nada, é importante conhecer as modalidades olímpicas que estarão disputando medalhas nas próximas olimpíadas, que são:

  • Ciclismo de estrada;
  • Ciclismo de pista;
  • BMX;
  • BMX estilo livre (freestyle);
  • Mountain bike (MTB).

É interessante conhecer as especificidades de cada modalidade, para que possa se preparar para a torcida nas disputas olímpicas de cada vertente.

1. Ciclismo de estrada

Disputa de ciclismo de estrada

O ciclismo de estrada é composto por dois tipos de provas diferentes entre si. O primeiro tipo é uma competição individual que premia o atleta de maior velocidade da modalidade.

Geralmente os atletas usam bicicletas muito leves durante a prova, que é contra o relógio. O trajeto percorrido é de até 50 km para os homens e até 30 km para as mulheres.

O segundo tipo de prova no ciclismo de estrada é a perseguição por equipes, se tornando uma prova de resistência. O desejado é que o líder da equipe tenha uma boa velocidade individual cansando pouco durante a prova para alcançar a linha de chegada primeiro.

A prova ocorre geralmente nas ruas da cidade e tem trajeto de até 280 km para os homens e 140 km para as mulheres.

2. Ciclismo de pista

Competidor de ciclismo de pista

O ciclismo de pista também é conhecido como indoor, por ser uma prova em pista oval de 250 metros. Nesse caso, os atletas disputam para atingir o menor tempo em cada volta.

Dentro da modalidade existem seis competições:

1. Velocidade por equipes: na prova disputam três ciclistas na equipe masculina e duas na feminina;

2. Keirin: é uma prova disputada por seis ciclistas ao mesmo tempo no formato de sprints;

3. Velocidade individual: trata-se de uma disputa de um contra um;

4. Perseguição por equipes: é uma competição disputada por duas equipes para definir a melhor;

5. Madison: é uma prova disputada por duplas com sprints intermediários, aquele que primeiro termina suas voltas é responsável por impulsionar o colega de dupla;

6. Omnium: o omnium é uma competição mista, com 6 provas diferentes onde o ciclista tem como objetivo acumular o maior número de pontos nas provas.

3. BMX

Competidor de BMX

Na modalidade BMX (bike motocross) 8 ciclistas dão a largada em plataforma de 10 metros de altura, para competir em pista de terra com obstáculos a serem vencidos.

O objetivo é alcançar a linha de chegada primeiro, fazendo saltos e manobras radicais durante o percurso, que marcam a memória de quem assiste o esporte.

4. Mountain Bike (MTB)

Praticante de MTB

No mountain bike o ciclista percorre terrenos com diferentes graus de dificuldade em prova disputada ao estilo cross-country, tendo múltiplas voltas.

Cada etapa tem duração média de 1 hora e 30 minutos, com circuito de 4 a 6 quilômetros. O que faz a prova ser demorada é que somente 15% do terreno deve ser plano. O restante do percurso é todo irregular, com descidas, subidas íngremes e terreno inteiramente acidentado de propósito.

Obviamente, o primeiro ciclista que conclui todas as voltas e alcança a linha de chegada é o ganhador da prova.

5. BMX Estilo Livre

Competidor de BMX estilo livre

A modalidade BMX estilo livre apareceu pela primeira vez nos jogos olímpicos de Tóquio, o que faz com que muitos ainda não entendam como funciona.

Na modalidade, os atletas fazem manobras com fluidez em pista com rampas e obstáculos. Cada atleta é avaliado em seu estilo de performance, execução dos movimentos e grau de dificuldade de cada manobra realizada.

A modalidade permite que cada competidor se apresente em duas voltas, tendo 1 minuto para sua apresentação. As notas vão de 0 a 100 e são somadas ao longo da apresentação para que o vencedor seja aquele que atuou melhor em suas duas voltas.

Quais foram os atletas brasileiros de ciclismo nas Olimpíadas de Tóquio?

Medalha olímpica

Além de entender as modalidades, também é útil conhecer os atletas que representam o Brasil na competição! Afinal, é preciso conhecer as modalidades, equipes e entender a dinâmica das promessas brasileiras para cada modalidade do ciclismo nas olimpíadas.

Mountain bike

O Brasil terá 3 representantes na modalidade disputando os jogos olímpicos, que são grandes nomes da modalidade.

Jaqueline Mourão que já disputou 6 olimpíadas, tendo sua estreia em 2004. Henrique Avancini, é o quarto colocado no ranking mundial da categoria.

E por último, mas não menos importante Luiz Henrique Cocuzzi que estará disputando sua primeira olimpíada. A boa notícia é que todos eles trazem chances de medalha para o país.

BMX

Com 2 representantes nacionais na categoria BMX, temos Renato Rezende e Priscilla Stevaux. O brasileiro está em sua terceira edição de jogos olímpicos. Além de ter sido o primeiro representante do país na modalidade em 2012.

Enquanto Priscilla está em sua segunda participação dos jogos olímpicos, em 2016 no Rio ela alcançou a fase de semifinais. De acordo com os que acompanham sua carreira, ela tem grandes chances de trazer uma medalha para o país.

Como é o ciclismo nas olimpíadas?

Competição de ciclismo

É importante perceber que o ciclismo nas olimpíadas depende diretamente de qual o estilo de prova está acompanhando. Entendendo as diversas modalidades dentro do esporte, é possível acompanhar a competição entendendo mais detalhes da corrida por medalhas.

Seja o ciclismo de pista, de estrada, disputa em equipes ou individual, é importante compreender a dinâmica de cada prova para que consiga se divertir assistindo e torcendo.

Os diferentes tipos de trajetos, estilos e competidores tornam o esporte muito interessante de acompanhar durante a disputa olímpica.

Sabendo que o país tem grandes nomes disputando as medalhas olímpicas, é importante entender as diferenças entre pistas e modalidades, para acompanhar o total de disputas envolvendo o ciclismo na olimpíada, possibilitando realmente torcer por cada um dos brasileiros e acompanhar a modalidade que é a paixão de tantos brasileiros que estão se tornando ciclistas nas estradas do país.

Acompanhe os jogos olímpicos para torcer pelo Brasil

Bandeira do Brasil

Mesmo não tendo brasileiros no ciclismo de pista ou ciclismo de estrada nos próximos jogos olímpicos, temos grandes promessas!

O mountain bike e o BMX estão bem representados por nossos atletas no evento, para uma competição com ciclistas de alto nível.

Certamente as competições serão calorosas entre os homens e também entre as mulheres. Deixando o coração dos apaixonados por ciclismo aflitos durante cada trajeto!

Aproveite para acompanhar os resultados que nosso brasileiros vão alcançar. Afinal, as olimpíadas são uma grande celebração do esporte.

Acompanhar a trajetória do vencedor no esporte é um ótimo entretenimento para aproveitar com seus amigos que também amam ciclismo. Os resultados positivos certamente animam a disputa olímpica e mostram que o Brasil possui ótimos representantes no circuito.