Shimano Deore XT. Foto: PxHere

Hierarquia Shimano – Entenda a Classificação dos Grupos de MTB

Conhecer a hierarquia Shimano é, sem dúvidas, uma informação básica para um ciclista que deseja montar uma bicicleta ou comprar uma com excelentes peças.

Entendendo um pouco mais sobre a hierarquia Shimano, a sua compra se torna mais assertiva não só pela escolha da qualidade das peças, como também por saber escolher um modelo que seja realmente compatível com o cotidiano que deseja manter em relação ao uso da bike.

Ciclistas que pedalam na cidade possuem diferentes demandas daqueles que fazem trilha. Por isso, o ideal é sempre considerar o que é melhor de acordo com o seu estilo e demanda.

E é justamente isso que iremos te ensinar hoje: entender a hierarquia grupo Shimano para nunca mais errar em suas compras de bikes ou peças.

Entenda como funciona a hierarquia dos grupos Shimano

Todo ciclista pouco familiarizado com a hierarquia Shimano precisa compreender como funciona, para que possa tomar melhores decisões em suas compras.

A Shimano é uma das maiores fabricantes de componentes para bicicletas no mundo. Por isso, é natural que a empresa ofereça uma linha de produtos variada.

Quem tem dificuldade de efetuar suas compras de produtos Shimano geralmente tem essa dificuldade justamente por não conhecer com profundidade quais são os grupos e modelos de produtos.

Realmente é uma linha que vai do mais básico ao mais avançado dentro de cada categoria. Com o entendimento relacionado à hierarquia Shimano, a compra se torna mais assertiva, combinando peças que fazem sua bicicleta ter um desempenho melhor em cada pedalada.

Existe uma hierarquia estabelecida não só para os produtos de bicicletas de competição, como também para bikes urbanas e MTB.

Para garantir que você entenda mais sobre as versões disponíveis de produtos para sua bicicleta, falaremos sobre:

  • Tourney;
  • Altus;
  • Acera;
  • Alivio;
  • Deore;
  • SLX;
  • Deore XT;
  • XTR.

Tourney

Shimano Tourney. Foto: Imagem retirada do site da Shimano

As peças Shimano Tourney entregam 18, 21 ou 24 velocidades e são ideais para terrenos leves, o que faz com que o grupo seja excelente para aquele ciclista que deseja uma bike para passear na cidade.

As peças são duráveis e tem um ótimo acabamento, mas devem ser usadas com a finalidade correta, que é uma bike de passeio urbano.

O Shimano Tourney é ideal para bicicletas que possuem cassete de 6, 7 ou 8 velocidades. O modelo tem um bom custo benefício e é indicado para ciclistas iniciantes que usam estradas pavimentadas e não pensam em fazer upgrades na bicicleta futuramente.

Caso você pense em fazer upgrades num médio ou longo prazo, sugerimos a próxima linha.

Para saber mais detalhes, preparamos este artigo sobre a linha Tourney: Shimano Tourney é Bom?

Altus

Shimano Altus. Foto: Imagem retirada do site da Shimano

O grupo Shimano Altus é um dos modelos de maior sucesso em bicicletas urbanas, sendo ótimo para passeios urbanos longos, mini treinos e até trilhas leves. O Altus entra na divisão MTB Casual.

O grupo é o intermediário para bicicletas urbanas, sendo indicado para o ciclista da cidade que eventualmente passeia em trilhas leves.

Com cassete de 9 velocidades e pedivela de 2 ou 3 velocidades, é um grupo de bom custo benefício para o ciclista.

O sistema de freio a disco mecânico ou hidráulico é potente e o conjunto proporciona trocas de marchas mais suaves.

Como já citado anteriormente, a linha Altus pode ser a melhor opção para quem não quer gastar muito no momento mas pensa futuramente em realizar upgrades na bike.

Para saber mais sobre a linha Altus, preparamos este artigo aqui: Shimano Altus é Bom?

Acera

Shimano Acera. Foto: Imagem retirada do site da Shimano

É o investimento ideal para quem vai rodar muito, seja na cidade ou em trilhas, sendo indicado como a linha para muitos cicloturistas.

A linha é mais robusta e oferece longa vida útil, tem freios hidráulicos e proporciona trocas exatas de marcha com menor perda de potência da pedalada.

É uma linha que tem bom custo benefício e é indicado para estradas longas e prática de mountain bike nível intermediário. A qualidade do grupo possibilita ótima durabilidade dos componentes.

Alivio

Shimano Alivio. Foto: Imagem retirada do site da Shimano

Superior ao grupo anterior, o Alivio é para o praticante de MTB casual que busca peças mais avançadas, já podendo encarar trilhas que exigem maior técnica.

Compatíveis com bicicleta de cassete de 9 velocidades, o grupo em rigidez superior, possibilitando fácil adaptação a todos os tamanhos de roda, rápida instalação e remoção, design compacto e integrado ao manete de freio hidráulico e alavanca de marchas.

O câmbio traseiro tem tecnologia Shadow RD, que é interessante por permitir um perfil mais baixo, evitando que enrosque ou bata em obstáculos durante a pedalada.  

Deore

Shimano Deore. Foto: Imagem retirada do site da Shimano

Considerado como o grupo de entrada nos modelos de competição Shimano, o Deore tem tecnologia superior aos produtos anteriores, que são da linha MTB casual. É a porta de entrada das linhas mais prime da Shimano.

Os componentes são compatíveis com cassete de 10, 11 ou 12 velocidades, conta com tecnologia DYNA-SYS que oferece transmissão mais próxima, possibilitando o desempenho de trocas de marcha com mais eficiência.

O câmbio traseiro tem perfil mais baixo, com estabilizador de corrente ajustável, o que permite maior tensão no braço do câmbio.

O sistema de freio a disco é ICE-TECHNOLOGIES, que proporciona frenagem eficiente com refrigeração da pinça e pastilhas de freio.

Além disso, tem um design discreto que adiciona charme em sua bicicleta, sendo a opção mais em conta para equipamentos Shimano de alto desempenho.

SLX

Shimano SLX. Foto: Imagem retirada do site da Shimano

O grupo SLX possui relação mais utilizado de 1×12, com a opção de coroas com 32, 34 e 36 dentes, ou 2×12 velocidades. Assim, já se percebe que começa a ser uma linha mais voltada para competição.

O sistema de freio a disco tem ICE-TECHNOLOGIES, que refrigera com eficiência a pinça e pastilhas de freio. O câmbio traseiro tem perfil mais baixo e a transmissão é mais próxima, oferecendo transferência de potência melhorada.

O SLX é o grupo intermediário das linhas prime da Shimano, sendo leve, com cassete de pinhões de alumínio para reduzir o peso.

Deore XT

Grupo Shimano XT. Foto: Imagem retirada do site da Shimano

O grupo Shimano Deore XT se subdivide em duas versões: para 11 velocidades (Hyperglide+) e 12 velocidades (Linkglide). Possui 5 variações de coroas: 28D, 30D, 32D, 34D e 36D.

Um dos principais diferenciais é o fato das peças serem todas de alumínio para minimizar peso e ter alto rendimento. Para exemplificar, o cassete da linha SLX pesa 534g, enquanto o cassete da XT é de 473g.

Na XT Di2 temos a versão eletrônica do grupo Deore XT, que deixa o conjunto mais leve, sendo muito voltada para enduro e all mountain.

XTR

Shimano XTR. Foto: Imagem retirada do site da Shimano

O grupo XTR é o ápice da hierarquia Shimano no universo de tecnologias para mountain bike, utilizado em maior parte por profissionais. Devido às semelhanças com o grupo Deore XT, porém com elevado preço, dificilmente é utilizado por ciclistas amadores.

Comportando relação de 1×12 e 2×12, tem freios a disco hidráulicos com pinças de dois ou quatro pistões. O XTR Di2 é a versão de acionamento eletrônico.

Grupos Shimano para downhill e uso extremo

Uma categoria diferenciada na hierarquia Shimano são os equipamentos mais específicos para uso extremo. Eles se subdividem também em hierarquia, funcionando da seguinte forma:

1. Grupo Shimano ZEE

Shimano ZEE. Foto: Imagem retirada do site da Shimano

O Zee é um grupo mais pesado e que não possui todas as tecnologias possíveis, portanto, é a versão de entrada.

Ele conta com 10 velocidades na traseira e a pedivela é de 1 coroa. Com câmbio traseiro mais reforçado, é possível ter um sistema que funciona bem, mantendo a corrente sob controle mesmo em situações adversas.

O funcionamento é com pinhões para 28 dentes no máximo, mas o extensor do grupo aceita cassetes de até 36 dentes.

2. Shimano SAINT

Shimano Saint. Foto: Imagem retirada do site da Shimano

É o grupo Shimano desenhado para competidores de downhill de alto nível, que atuam em Copas do Mundo e competições que exigem muito do profissional e do equipamento.

Com pedivela de apenas 1 velocidade, a peça é a mais forte da linha Shimano e tem muitas partes em aço. O câmbio traseiro tem capacidade para 28 dentes, podendo ser expandido para 36.

Com 4 pistões de cerâmica e discos Ice Tech para resfriar os freios, é possível ter o máximo de rendimento do modelo.

Entenda a hierarquia dos grupos e compre o modelo ideal

Entendendo a hierarquia dos grupos Shimano, é possível entender o que é top de linha e o que é um modelo de entrada, aumentando suas chances de fazer boas escolhas entre tantas opções disponíveis.

Afinal, a sua compra não precisa ser necessariamente por um modelo top de linha sempre que decide optar por peças para sua bicicleta.

O segredo para ter durabilidade é usar o grupo Shimano adequado para seu cotidiano, escolhendo a linha compatível com a sua demanda.

Os grupos Shimano são detalhados para que os componentes escolhidos por cada ciclista façam sentido de acordo com o seu uso diário, uma vez que cada demanda de pedalada requer componentes específicos.

O investimento de quem usa Shimano para pedalar na cidade é completamente diferente da escolha de quem irá optar por uma linha Deore XT para ter bom rendimento.

Entendendo as características de cada linha versus o seu uso da bicicleta para suas pedaladas, é possível escolher sistemas que sejam compatíveis com suas necessidades.

Isso faz com que o custo benefício de sua compra Shimano seja muito positivo para sua rotina, aproveitando a durabilidade de componente de qualidade que são disponibilizados pela empresa para diferentes demandas de apaixonados pelo ciclismo.

Entenda também sobre a hierarquia dos grupos da SRAM.

Atualizações constantes na hierarquia dos grupos Shimano

Passador da Shimano. Foto: Unsplash

Outro ponto importante que todo apaixonado por pedal precisa entender é que os conteúdos de cada grupo Shimano são atualizados frequentemente.

A Shimano é uma marca de alto nível, seja para pedalar em estrada asfaltada ou trilhas de terra. E isso só ocorre por ser uma empresa que atua constantemente na melhora de todas as características de seus componentes.

No entanto, quem entende os dados sobre as versões disponíveis e aprende a olhar para o grupo Shimano entendendo que existe uma hierarquia entre os componentes, consegue melhorar seu entendimento sobre peças de bicicleta e melhorar suas compras.

Por isso, é interessante ficar de olho sobre notícias de atualizações nos grupos e acompanhar a Shimano de perto. Afinal, quem é líder de mercado costuma surpreender com lançamentos muito interessantes em seus componentes.

Além disso, um ponto importante é que, comprando o produto correto para seu uso, a durabilidade é positivamente impactada.

Não é necessário comprar um Shimano Saint para pedalar na cidade e conseguir evitar a ida para manutenção. O correto nesse caso é comprar de fato o Altus, que é compatível com sua rotina de pedaladas na cidade, e dar as devidas manutenções no conjunto.

Os pedais diários inevitavelmente vão desgastar pedivela, cassete, coroas e outros componentes da bike. A manutenção é essencial para que o uso da bike continue seguro mesmo em altas velocidades.

Economize comprando o conjunto correto

Moedas empilhadas. Foto: Unsplash

Agora que já conhece os grupos da Shimano e a relação entre o tipo de estrada que você pega habitualmente e a escolha das peças para sua bike, tudo se torna muito mais simples!

É possível escolher o grupo de peças correto para que possa ter uma bike com belíssimo design, qualidade e peças duráveis adequadas para seu cotidiano.

Para que possa alcançar altas velocidades, confiando nos freios de qualidade Shimano, ao montar uma bike que te atende, seja para downhill, cross country ou um simples uso diário na cidade.

Outro ponto muito importante é que, entendendo mais sobre rodas, velocidades, cassetes, freios, pedivela, coroas e conjuntos em geral da Shimano, é possível montar sua própria bike do zero.

Acessando o site da Shimano a compra se torna assertiva e poderá aproveitar promoções para adquirir o conjunto que julgou ser o ideal para você, montando a sua própria bike, com os melhores componentes, enquanto reduz significativamente o custo para ter um modelo de bicicleta acima da média.

Seja para pedal amador ou profissional, a Shimano tem praticamente todas as soluções de qualidade por ser líder de mercado.

Aproveite as informações que acabou de compreender sobre hierarquia Shimano e use para favorecer sua rotina de uso da bike, seja na cidade ou em trilhas de diferentes estilos.