Bicicleta com freio Shimano Deore instalado. Foto de Jonathan Cooper, Pexels.

Freio Shimano MT500 é bom? Análise Completa

Está precisando de um novo freio para a sua bicicleta e não sabe qual será o melhor para você? Se já começou a sua pesquisa, deve ter encontrado diversos modelos diferentes; mas como saber a qualidade de cada um e o que eles atendem?

Uma das marcas mais conhecidas e aclamadas pelo mundo do ciclismo é a Shimano, que possui diversos grupos com peças que atendem a diferentes modalidades do esporte. Um desses modelos é o Shimano Deore BR MT500, que é recomendado para todos os ciclistas praticantes de MTB, desde Cross Country até trilha.

Hoje falaremos um pouco mais sobre esse freio a disco hidráulico da Shimano, explicando um pouco sobre a tecnologia empregada na sua criação, etc. Então, se quiser entender um pouco mais sobre o produto em questão, leia até o final!

Grupo Shimano Deore

Antes de falar especificamente do freio, é interessante entender o grupo do qual ele faz parte: o grupo Shimano Deore. Esse grupo é o primeiro, isso é, a linha de entrada, para as linhas mais avançadas da marca. Portanto, é um grupo para quem está chegando na prática profissional de MTB.

Ciclista praticando MTB. Foto de Andhika Soreng, Unsplash.

Isso, por si só, já é um fator que interessa e muito: afinal, é um dos melhores grupos de peças de uma das melhores marcas do mercado. Porém, o que esse freio tem de tão especial? Falaremos disso agora!

Freio a disco hidráulico Shimano Deore BR MT500

O freio da Shimano Deore, o MT-500, é um freio a disco hidráulico com dois pistões. Isso significa que ele possui o melhor tipo de freio possível, o a disco hidráulico, que demonstra muita superioridade a freios como o a disco mecânico ou o v-brake.

Freio a disco instalado em bicicleta. Foto de formulário PxHere.

Com um freio a disco hidráulico, você pode frear a sua bike sem dificuldade com apenas um dos freios sendo apertados; e, dependendo, com um só dedo. Isso garante, é claro, a sua segurança e um controle maior de sua bicicleta, o que também acabará influenciando no seu desempenho.

Afinal, pedalar sem segurança é, também, pedalar sem confiança. Se você não pode confiar no seu equipamento, além de não possuir segurança, toda a experiência de pedalar pode acabar sendo frustrante e não prazerosa.

Características do Shimano Deore BR MT500

Além do que já foi dito, podemos também falar sobre algumas outras características desse freio. Por exemplo, falaremos sobre os dois pistões, apontando as vantagens e desvantagens, assim como o seu peso, a tecnologia que possui, etc.

Pistões

Os pistões são parte da pinça do freio a disco que irão parar as rodas quando acionado. Portanto, quanto mais pistões em um freio, maior é a sua força de frenagem. Porém, como foi dito, isso também acarreta em mais peso e uma manutenção mais complicada do que os modelos com menos pistões.

Pinça do freio, onde ficam os pistões e pastilhas do freio. Foto de Lil Artsy, Pexels.

Como foi dito anteriormente, o modelo possui apenas dois pistões, o que pode parecer uma desvantagem; e, em alguns casos, pode realmente ser. Porém, isso também pode trazer vantagens: menos peso e manutenção mais fácil de realizar.

Pastilhas

Vale trazer à tona uma característica chave desse modelo: ele aceita apenas pastilha de resina em seu freio. Isso quer dizer que se você é de andar muito em chuvas ou lugares com água, ela irá se decompor mais rápido, sendo necessário realizar mais trocas do que seria em comparação a outras pastilhas, como uma pastilha metálica ou semi-metálica.

Pastilha de resina vendida pela Shimano. Imagem retirada do site da Shimano.

Porém, a pastilha de resina, apesar de demandar maior manutenção, é a que menos gasta o disco do seu freio durante o uso, trazendo mais durabilidade para a sua peça. Além disso, são muito silenciosas.

Alavancas de freio

Alavanca de freio Shimano Deore BL MT500. Imagem retirada do site da Shimano.

Apesar do modelo citado não possuir, em conjunto, a alavanca de freio, ele possui um modelo recomendado, que é da mesma linha: o Shimano Deore BL MT500.

As alavancas da Shimano, como a Deore BL MT500, possuem a tecnologia Servo Wave, que funciona facilitando a frenagem. Por conta dessa tecnologia, além de fornecer melhor controle do freio e, consequentemente, da bicicleta, o ciclista não precisa utilizar mais de dois dedos para frear completamente a sua bike. Além disso, a alavanca é compatível com a tecnologia I-Spec II.

Servo Wave explicado pela Shimano. Imagem retirada do site da Shimano.

Tecnologia

O freio a disco hidráulico Shimano Deore BR MT500 possui a tecnologia One Way Bleeding, criada pela própria Shimano. Graças a essa tecnologia, a entrada de ar no sistema hidráulico é mínima à nula, garantindo o bom funcionamento do equipamento.

One Way Bleeding explicado. Imagem retirada do site da Shimano.

A One Way Bleeding é um design que só possui um ponto de entrada e saída de óleo, oferecendo um sistema de sangria fácil e limpa.

Materiais

Os materiais utilizados na construção do freio são diversos, e todos influenciarão no peso final da peça, assim como a sua durabilidade e resistência. A pinça do freio é composta por aço inoxidável na cupilha, resina nas pastilhas, como já foi comentado, e os seus pistões são em ferro fundido.

Conclusão

Como podemos ver pelos usos e as tecnologias usadas, a Shimano faz justiça ao seu nome e nos apresenta um freio de ótima qualidade. Com um preço não muito acima de outros modelos mais básicos da marca, o Shimano Deore BR MT500 não fica para trás quando o assunto é economizar mas não deixar de lado a qualidade do produto.

Ciclista praticando MTB. Foto de Andrei J Castanha, Unsplash.

Então, se você procura por um produto de qualidade, com boa força de frenagem, com tecnologia criada especialmente pela marca, o freio Shimano Deore pode ser uma ótima opção para você. Com ele, você terá um freio com potência o suficiente para você escolher o caminho que preferir, seja em estrada, trilhas ou em terrenos de MTB mais difíceis.